Exame A200 – Evite Diversos Sintomas Causados por Alergia ou Intolerância Alimentar

Tempo de leitura: 1 minuto

As reações anormais a alimentos se classificam em: tóxicas ou não tóxicas. As reações tóxicas se dividem por sua vez em reações alérgicas imunes e reações alérgicas não imunes.

Estas últimas são as que se conhecem como intolerâncias alimentares e podem ser o resultado de déficit enzimático (por exemplo, de lactose) ou da presença de substâncias químicas ou de aditivos nos alimentos.

O exame A200 consiste na determinação de anticorpos IgG (hipersensibilidade alimentar) no soro frente a mais de 200 proteínas de alimentos. 

O exame é feito por coleta de sangue, com jejum de 6 horas.

O exame A200 está especificamente indicado para aquelas pessoas que apresentam alguma das seguintes sintomatologias clínicas sem diagnóstico etiológico e/ou sem melhoria com os tratamentos médicos habituais:

Transtornos gastrointestinais: dores abdominais, prisão de ventre, diarreia, inchaço abdominal, náuseas, acidez, ulceras e aftas, gastrite, colite.

Processos dermatológicos: acne, eczema, psoríase, coceira urticária. Doenças neurológicas: dor de cabeça, enxaqueca, tontura, vertigem. Alterações respiratórias: tosse, bronquite, asma, rinite.

Condições psicológicas: ansiedade, depressão, fadiga, hiperatividade. Transtornos musculoesqueléticos: dor, rigidez, artrite, fibromialgia.

Outros: retenção de líquidos e obesidade.

A eliminação da dieta dos alimentos com hipersensibilidade (níveis anormais de IgG) proporciona uma notável melhoria em um alto porcentual de pacientes.

Assim o exame A200 é uma opção importante a ter em conta frente a qualquer destas manifestações clínicas sem diagnóstico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *